Principais fabricantes de autopeças, associados à ANRAP, estarão em estande juntos com o Sindirepa-PR para falar sobre os benefícios do produto remanufaturado na manutenção automotiva. Na contramão do mercado, setor cresce 10% ao ano com portfólio diversificado de remanufaturados certificados com procedência, originalidade e garantia de fábrica.

Em parceria com o Sindirepa-PR, a ANRAP, Associação Nacional dos Remanufaturadores de Autopeças, será uma das expositoras da 8ª edição da Autopar, Feira de Fornecedores da Indústria Automotiva, que acontece de 8 a 11 de junho no Expotrade, em Pinhais, Curitiba-PR. BorgWarner, Cummins, Delco Remy, Eaton, Garrett, Knorr-Bremse, Schaeffler Brasil (Divisão LuK) e WABCO, estarão juntas no evento para disseminar o conceito e os benefícios do uso do remanufaturado na manutenção automotiva.

Segundo a associação, o setor de produtos remanufaturados apresenta uma taxa média de crescimento anual de 10% no Brasil. Diante da forte retração econômica do país, o remanufaturado tem se tornado uma opção boa e barata para a manutenção automotiva, abrindo chances de redução de custos de até 30% (em relação ao mesmo item novo) para seus usuários.

“No mundo, os remanufaturados correspondem a 16% do mercado pós-venda. No entanto, a participação no Brasil é de apenas 6%. Uma das barreiras que nós, fabricantes, enfrentamos para elevar esse percentual é a falta de incentivos fiscais para práticas de logística reversa. A devolução de peças usadas (carcaças) ao fabricante original é essencial para mantermos o processo da remanufatura vivo”, apontou Jefferson Germano, presidente da ANRAP e gerente de aftermarket da Knorr-Bremse para o Brasil e América Latina. “Na América do Norte, região com perfil de consumo parecido com o do Brasil, essa participação chega a 20%. Nossa expectativa é que o mercado de produtos remanufaturados atinja um percentual semelhante no Brasil até 2020”, completou.

Além de proporcionar uma manutenção mais econômica, confiável e segura, o remanufaturado contribui para a sustentabilidade global. O processo promove o reaproveitamento, a reciclagem e o reuso de recursos, ajudando a diminuir consumos de matérias-primas, água, energia elétrica, emissão de gás de efeito estufa e a reduzir resíduos na cadeia produtiva. De acordo com a associação, o segmento brasileiro de remanufatura de autopeças recupera mais de 2,6 mil toneladas de matérias-primas anualmente, entre alumínio e ferro.

Com foco na evolução dos processos industriais através de mais investimentos em tecnologia, a ANRAP aposta em um incremento de 20% do número de ofertas de produtos remanufaturados até o final deste ano. Atualmente, dentre os produtos remanufaturados oferecidos pelos fabricantes associados, estão: acionamentos, caixas de câmbio, caixas de direção, cilindros combinados, compressores, embreagens, freios a disco, motores, motores de partida, servo embreagens, turbinas e válvulas.

A 8ª edição da Autopar conta com mais de 500 marcas expositoras. A estimativa é de que mais de 30 mil profissionais do setor visitem a feira, durante os quatro dias de evento. Para mais informações, acesse: www.feiraautopar.com.br

478 View