Veja como se dá o processo da remanufatura: do retorno da peça usada ao fabricante até sua plena reconstituição, para ser reinserida no mercado como um produto novo de novo – com garantia, originalidade e procedência.

A remanufatura inicia-se com o retorno da peça usada (casco) para a sua fábrica de origem. A ação é vital para o processo, que é realizado dentro das instalações do fabricante – de acordo com as normas ABNT 15.296 e 16.290, o fabricante é o único que detém o conhecimento tecnológico para reconstituir a peça conforme seus padrões de qualidade global.

As fábricas associadas à ANRAP, mantém programas eficientes de logística reversa para garantir o retorno das peças usadas, em bom estado de conservação. Algumas oferecem incentivos para que o usuário compre o produto remanufaturado a base de troca com o casco. Toda vez que uma peça usada chega às instalações do seu fabricante, ela é minuciosamente inspecionada e passa pelas seguintes etapas: (1) avaliação da peça recebida; (2) desmontagem do componente; (3) lavagem de todos os itens; (4) inspeção das partes reaproveitáveis – caso algum item não esteja em condição de reuso, o mesmo é substituído por um totalmente novo; (5) montagem; e (6) testes rigorosos de qualidade são aplicado para garantir que a peça esteja de acordo com as normas de produção. Ao final, a peça remanufatura sai da fábrica com a mesma características, certificação de garantia e procedência de um item similar novo.

Após estes  procedimentos, o produto remanufaturado está finalmente pronto para retornar ao mercado com custo mais econômico para ser utilizado na manutenção automotiva.

Compromisso com a sustentabilidade

Todos os resíduos do processo de remanufatura são corretamente descartados pelo fabricante, de acordo com as leis ambientais. O remanufaturado têm um papel muito importante para o programa de sustentabilidade global, ajudando a reduzir consumos de matérias-primas, água, energia elétrica e resíduos na cadeia produtiva.

Mundialmente, mais de 110 indústrias reciclam produtos, incluindo o setor automotivo; equipamentos elétricos, médicos e de comunicação; e outros. Adicionalmente aos benefícios para o meio ambiente, a reciclagem também aumenta a geração de empregos. Os fabricantes associados à ANRAP estão conscientes de que é possível produzir com menos desperdício, realizar processos industriais que preveem o descarte reciclável e, principalmente, projetar inovações sustentáveis.

Use peças remanufaturadas! Juntos vamos construir um setor automotivo melhor!

691 View